fbpx
  • contato@conectinvista.com.br

Arquivo da tag apartamento para vender

Conheça a Cidade de Jacareí

Conheça a Cidade de Jacareí

Economia, habitação e qualidade de vida.

Jacareí é uma Cidade da Região metropolitana do Vale do Paraíba, localizada no Estado de São Paulo. E também, fica muito próxima a capital São Paulo, aproximadamente 80km.

apartamento para vender em jacareí

Inclusive, a população da Cidade de Jacareí, no Censo mais recente, era de 211.000 habitantes (aproximadamente). E a estimativa na época, era de que atualmente a Cidade teria 230.000 habitantes.

Jacareí também faz parte do chamado Complexo Metropolitano Expandido, que ultrapassa os 29 000 000 de habitantes e que compõe, aproximadamente, 75 por cento da população do estado de São Paulo. As regiões metropolitanas de Campinas, São Paulo, Baixada Santista e do Vale do Paraíba e Litoral Norte já formam a primeira macrometrópole do hemisfério sul.

As Cidades vizinhas limítrofes são: São José dos Campos, Jambeiro, Santa Branca, Guararema, SantaIsabel e Igaratá.

Inclusive, uma curiosidade de deve ao nome da Cidade, que se explica assim: O termo “Jacareí” é proveniente da língua tupi e significa “rio dos jacarés”, através da junção dos termos îakaré (jacaré) e ‘y (água, rio)

Geografia
Área total do município: 459,7 km²
Área da zona rural: 367,4 km²
Área da zona urbana: 92,3 km²
Área inundada (Rio e represas): 31 km²

Hidrografia
A cidade é banhada pelos rios Comprido, Paraíba do Sul, Turi e Parateí.

Economia da Cidade de Jacareí

Jacareí também é destaque no cenário nacional, estando entre as 100 melhores Cidades para se viver. E também, está entre as 70 Cidades com a economia mais forte do País.

A cidade possui PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) e Banco do Povo. Destaque-se que a cidade é a única da região que possui entreposto aduaneiro.[carece de fontes] Possui rede de gás natural com 26,8 km de tubulação que atende a 10 indústrias.

As principais empresas instaladas em Jacareí são: AmBev, Heineken, Fibria Celulose, Cebrace, Dow Química, Latasa, Parker Hannifin, Pirelli, Fademac, Freudenberg, Metalúrgica Ipê, IKK, Adatex, Emerson, White Martins, Latecoere, Gates, Kadarfit, Adatex, Sadefem, Volex, Inylbra, Chery e Teknia Tecnotubo.

Para saber mais sobre a Cidade de Jacareí, acesse o site da Prefeitura: http://www.jacarei.sp.gov.br/cidade/conheca-jacarei/

Minha Casa Minha Vida em Jacareí

A Cidade oferece grandes oportunidades relacionada a investimentos e moradias. Entre elas, a habitação popular, que facilita o acesso a casa própria e milhares de trabalhadores.

Existem muitos condomínios para a família, com lazer, segurança e próximo ao trabalho. Podendo também, atuar na Cidade de São Paulo, que fica a 1:30h (aproximadamente) da Cidade. Clique aqui e acesse as informações.

Se você procura comprar apartamento, veja as oportunidades na Cidade de Jacareí. Clique aqui e acesse!

Quer ficar por dentro de oportunidades, entre em contato.

[contact-form-7 id=”781″ title=”Email e celular”]

Minha Casa Minha Vida em Jacareí
Sobre a Conect Invista

Alameda Casa Branca

Oportunidades no Jardins

Apartamento na Alameda Casa Branca

Oportunidade no Bairro dos Jardins, SP

Primeiramente, o nome Casa Branca tem relação direta a um município do interior do estado. Isto não é à toa, já que diversas ruas do Bairro seguem a mesma lógica.

Aliás, Lorena e Tatuí são ruas próximas à Alameda Casa Branca, que também fazem homenagem a cidades paulistas.

Vamos falar um pouco sobre as atrações da Alameda Casa Branca?

Certamente, o comércio é um dos pontos fortes, que tem também, diversos serviços e atrações como Lojas de roupa, mercados, cafés e muito mais.

  • Academias;
  • Padarias;
  • Escolas;
  • Praça Alexandre de Gusmão;
  • Restaurantes;
  • Hotéis;
  • Cafés.

Como chegar na Alameda Casa Branca?

Em resumo, a estação de metrô mais próxima é a Triano-Masp, que dá acesso pela Avenida Paulista. Assim sendo, existem diversas linhas de ônibus e também, facilidade por ruas paralelas que permitem chegar com o carro, bicicleta, patinete, skate, entre outras formas de transporte.

Apartamento na Alameda Casa Branca

É de se imaginar as qualidades em morar no Jardins. Como já falamos acima, são diversas opções e acessos.

Só para ilustrar, os condomínios tem a arquitetura que chamam a atenção pela beleza e elegância e com os apartamentos amplos.

Bairro dos Jardins

Seja como for, você pode saber um pouco mais sobre o bairro do Jardins e suas características acessando a página que preparamos para você.

Guia do Bairro dos Jardins (clique)

Mais oportunidades de morar nos Jardins

Apartamento para vender na Alameda Lorena

Entre em contato para Consultoria exclusiva.

Simulador de financiamento de imóvel

Simulador de Financiamento

Apartamento para vender em SP e Jacareí

Saiba o valor da parcela mensal para a compra do seu apartamento.

Saber o valor da parcela mensal de compra do apartamento, é uma informação fundamental para quem está procurando comprar o imóvel tão desejado e sonhado.

Para isso, existem algumas opções para te ajudar nesse processo fundamental para a sua escolha e tomada de decisão.

Comprar apartamento é talvez, a decisão mais importante da vida, financeiramente falando. Existem alguns estudos que mostram a importância dessa escolha.

Saber que a decisão será a melhor para a família, que a localização seja a ideal, escolas perto, comércio com muita opção, lazer com escolhas de qualidade, que o transporte seja de fácil acesso, e claro, atualmente a questão da segurança.

Mas tudo está baseado nas condições financeiras. E algumas perguntas surgem automaticamente quando esse assunto surge em nossa cabeça.

Qual o valor do imóvel?
O valor do do apartamento (ou casa) está correto?
Qual o valor de entrada?
Quanto ficará o valor mensal?

Essas perguntas que acabei de citar parecem corretas? É o que você realmente imagina nesse momento de compra?

Então, logo abaixo estou colocando a sua disposição o acesso ao simulador de habitação da Caixa Econômica Federal. Nele, você vai ter uma boa noção (de forma gratuita), quanto será a sua parcela e o valor total para você financiar.

Você vai precisar das seguintes informações:

  • documentos pessoais.
  • documentos do cônjuge (se necessário).
  • valor de entrada.

Simulador Habitacional CAIXA

Faça uma simulação de financiamento e saiba mais detalhes sobre prazos e condições.

Acesse aqui o simulador da Caixa Econômica Federal
Lembre-se! Tenha sempre com você as suas informaçoes pessoais.

Minha Casa Minha Vida

MCMV – Habitação Popular

O que é Minha Casa Minha Vida?

É afinal, uma iniciativa do Governo Federal que oferece condições atrativas para o financiamento de moradias nas áreas urbanas para famílias de baixa renda.

Assim, em parceria com estados, municípios, empresas e entidades sem fins lucrativos, o programa vem mudando a vida de milhares de famílias brasileiras.

Então, é oportunidade para quem precisa e mais desenvolvimento para o Brasil.

Menor taxa de juros do mercado

O Programa do Governo oferece condições de pagamento e taxas de juros de acordo com a renda da sua família

Financiamentos de moradias em áreas urbanas ou rurais

Semelhantemente, você pode financiar a compra de imóvel novo em área urbana ou ainda a construção.

Minha Casa Minha Vida

Quem pode ter Minha Casa Minha Vida?

Famílias com renda de até R$ 1.800,00:

Faixa 1 – em princípio, financiamento de até 120 meses, com prestações mensais que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00.

Conforme a renda bruta familiar.

Ainda mais que a garantia para o financiamento é o imóvel que você vai adquirir. Assim, fica muito mais fácil realizar esse sonho.

Famílias com renda de até R$ 2.600,00:

Faixa 1,5: em resumo, pode adquirir um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa.

Com taxas de juros de apenas 5% ao ano. E com até 30 anos para pagar e subsídios de até 47,5 mil reais.

Famílias com renda de até R$ 4.000,00:

FAIXA 2: com renda bruta de até R$ 4.000,00, nesse sentido, você se encaixa nesta faixa do Programa e pode ter subsídios de até R$ 29.000,00.

Famílias com renda de até R$ 7.000,00:

FAIXA 3: isto é, para famílias com renda bruta de até R$ 7.000,00 o Programa oferece taxas de juros diferenciadas.

Conheça a economia da Cidade de Jacareí

Em primeiro lugar, Jacareí também é destaque no cenário nacional, estando entre as 100 melhores Cidades para se viver.

Desse modo, está entre as 70 Cidades com a economia mais forte do País.

Só para ilustrar, a cidade possui PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) e Banco do Povo. Nesse sentido, a cidade é a única da região que possui entreposto aduaneiro.

Do mesmo modo, possui rede de gás natural com 26,8 km de tubulação que atende a 10 indústrias.

Dessa forma, as principais empresas instaladas em Jacareí são: AmBev, Heineken, Fibria Celulose, Cebrace, Dow Química,

Em seguida: 21Latasa, Parker Hannifin, Pirelli, Fademac, Freudenberg, Metalúrgica Ipê, IKK, Adatex, Emerson, White Martins,

Em conclusão, Latecoere, Gates, Kadarfit, Adatex, Sadefem, Volex, Inylbra, Chery e Teknia Tecnotubo.

Para saber mais informações, acesse o site da Caixa Econômica Federal

http://www.caixa.gov.br/voce/habitacao/minha-casa-minha-vida

Minha Casa Minha Vida em Jacareí:

Clique aqui para saber mais.

Para receber Consultoria exclusiva entre em contato.

Guia de Bairros Cidade de São Paulo, SP – Jardins

Guia de Bairro dos Jardins

Conheça a história do Jardins, SP

A região desenhada por 28 ruas é uma das mais nobres da capital paulista.

Apartamento nos Jardins, SP continuam em destaque. Tanto pela tradicional localização, como também pelos benefícios do bairro. Segurança, comércio, lazer, transporte e muito mais.

A região dos Jardins, na zona oeste de São Paulo, compreende as ruas de quatro bairros nobres, todos pertencentes à Subprefeitura de Pinheiros: Jardim Paulista e Jardim América, no distrito de Jardim Paulista; e Jardim Europa e Jardim Paulistano, no distrito de Pinheiros. Certos trechos de Cerqueira César, localizados na área sul à Avenida Paulista, também são considerados parte integrante da região.

Guia de Bairro dos JardinsA região, riscada por 28 ruas, é uma das mais nobres da capital paulista. Destaca-se pela qualidade dos serviços oferecidos, como os restaurantes bem cotados em guias gastronômicos, e diversos bares. Além de luxuosos imóveis ofertados.

O Jardim América foi criado a partir de um loteamento feito pela Companhia City of S. Paulo Improvements and Freehold Land Co. Ltda. e projeto urbanístico do inglês Barry Parker, o mesmo que planejou o primeiro bairro-jardim de Londres. O projeto baseava-se no conceito de cidade-jardim e pretendia concentrar residências de alto padrão.

A empresa impôs em contrato que os fechamentos dos terrenos para a rua deveriam ser baixos, afastados uns dos outros para não impedir a visão dos imóveis. As obras foram iniciadas em 1913 e terminadas em 1929.

Industriais, políticos, famílias tradicionais da elite e profissionais liberais bem-sucedidos passaram a procurar lotes para construir suas casas, onde poderiam demonstrar e usufruir de sua riqueza.

O sucesso do Jardim América levou ao lançamento, em 1922, do projeto para o Jardim Europa, seguindo as mesmas diretrizes urbanísticas, na continuação do terreno em direção ao rio Pinheiros. O projeto foi assinado pelo engenheiro-arquiteto carioca Hipólito Gustavo Pujol Júnior.

Ainda na década de 1920, foi feito o loteamento do Jardim Paulista, em terras pertencentes às famílias Pamplona e Paim, nas terras acima do Jardim América até a Avenida Paulista. Diferentemente do bairro vizinho, o Jardim Paulista foi urbanizado com ruas de traçado retilíneo, que se cruzavam apenas em ângulos retos.

Além disso, em vez de nomes de países da América ou da Europa, as alamedas receberam denominações de cidades do interior paulista. O bairro foi ocupado por famílias de classe média-alta.

Na mesma época foram loteados os terrenos a oeste e noroeste do Jardim Europa, pertencentes às famílias Matarazzo e Melão, que deram origem ao Jardim Paulistano. O planejamento urbano da região manteve o padrão de grandes áreas verdes e construções de luxo.

Em 1986, os quatro bairros-jardins, juntamente com a tradicional Sociedade Harmonia de Tênis, foram tombados pelo Condephaat por ser a primeira experiência de urbanização pelo modo cidade-jardim no País. O tombamento incidiu sobre o traçado urbano, a vegetação e as linhas demarcatórias dos lotes.

Acesse mais no site ZAP: https://revista.zapimoveis.com.br/conheca-a-historia-do-jardins/

Atrações do bairro Jardins SP

Os Jardins são um dos principais pontos turísticos da cidade devido à presença de lojas de grifes internacionais, museus, restaurantes, bares e hotéis. No bairro de Cerqueira César estão o Colégio Dante Alighieri, o Conjunto Nacional e o único parque da região, o Trianon.

No Jardim Paulistano encontram-se o Shopping Iguatemi, a Escola Panamericana de Arte e a St. Paul”s School, destinados à elite paulistana.

A região tem ainda o Museu de Imagem e do Som de São Paulo, Museu Brasileiro da Escultura, Fundação Cultural Ema Gordon Klabin, Teatro Procópio Ferreira, Museu da Casa Brasileira e o Monumento aos Heróis da Travessia do Atlântico.

No distrito do Jardim Paulista encontra-se o Conjunto Nacional, importante edifício residencial e comercial inaugurado em 1956 e um dos primeiros prédios multifuncionais da cidade.

Veja também, o guia de comércio do Bairro dos Jardins: http://www.saopauloguiafacil.com.br/zona-oeste/distrito-pinheiros/bairro-jardins/

Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/conheca-a-historia-do-jardins/

Lembre-se de curtir a nossa página no Facebook e Instagram.

Veja mais sobre o bairro dos Jardins (clique)

Como comprar apartamento em SP

Como comprar apartamento em SP.

5 passos importantes de como comprar apartamento.

Olá! Se você chegou no site é porque você está procurando uma idéia de como comprar apartamento.

Como comprar apartamento em SPMeu nome é Samuel Zaim, criei o site Conectinvista.com.br para auxiliar pessoas como você no processo de compra de apartamento.

Tenho feito essa atividade desde 2013 com bastante sucesso. Mas vamos falar sobre a sua dúvida.

Como comprar apartamento em SP:

1) Defina o seu orçamento total para a compra. Veja qual o valor você tem para dar de entrada e quanto é possível financiar. Peça ajuda ao seu Consultor Imobiliário. E se for pagamento à vista, fique atento a maiores descontos no momento de compra.

2) Você deve escrever as suas prioridades.
Ex: preciso de 3 quartos porque a família vai aumentar, preciso que o apartamento seja perto do metrô, etc…

3) Anote também o que você gostaria que o apartamento tivesse, mas não é necessariamente prioridade.
Ex: seria bom se tivesse 2 vagas de garagem, uma varanda gourmet seria legal, etc…

4) Defina qual a área ou bairro você está disposto a morar. Essa parte é importante para você escolher baseado no orçamento definido e também, nas necessidades do dia a dia.

5) Defina de um a dois Consultores Imobiliários (Corretor) para te auxiliar. O ideal é que seja apenas um. É importante você também seguir essa orientação, por que nesse caso específico, é onde você vai ter maior atenção, acesso a oportunidades (leia aqui outras dicas) e uma atenção especial.

Gostou das dicas?

Envie mensagem agora mesmo!

[contact-form-7 id=”569″ title=”Email”]

 

Siga a Conect Invista no Facebook e Instagram.

Facebook: facebook.com/conectinvista

Instagram: instagram.com/conectinvista

Mudança de regras para o distrato de imóveis.

Sobre o distrato de imóveis.

O texto aprovado mantém a previsão de que as construtoras fiquem com até 50% dos valores. Saiba mais!

Com informações do site senado.leg.br

MUDANÇA DE REGRAS PARA O DISTRATO DE IMÓVEIS

Distrato de imóveisO Senado concluiu nesta quarta-feira (21) a votação do projeto que fixa direitos e deveres das partes nos casos de rescisão de contratos de aquisição de imóveis em regime de incorporação imobiliária ou loteamento (PLC 68/2018). O texto aprovado mantém a previsão de que as construtoras fiquem com até 50% dos valores pagos pelo consumidor em caso de desistência da compra. O projeto voltará à Câmara dos Deputados.

O texto-base havia sido aprovado na terça-feira (20) e as emendas foram votadas nesta quarta. As mudanças aprovadas em Plenário foram as mesmas acatadas no relatório do senador Armando Monteiro (PTB-PE) e aprovadas há duas semanas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), acrescidas de uma mudança de redação. No Plenário, na votação simbólica, as alterações foram rejeitadas, mas a verificação de quórum pedida pela senadora Simone Tebet (MDB-MS) levou à aprovação das emendas, por 32 votos a 23.

— Eu gostaria de deixar bem claro que eu sou favorável a um projeto que dê segurança jurídica às incorporadoras, às imobiliárias, para que elas possam investir e voltar a gerar emprego. Nós não temos dúvida que o ramo da construção civil é o que mais emprega no Brasil. O problema é que o projeto, da forma como veio da Câmara, é inconstitucional, não garante segurança jurídica —argumentou a senadora, autora de várias emendas.

Para ela, as alterações acatadas por Armando Monteiro representam uma forma de reequilibrar o projeto, evitando cláusulas abusivas que poderiam gerar insegurança ao consumidor e, consequentemente, prejudicar as vendas.

Emendas

Uma das emendas de Simone Tebet aprovadas obriga os contratos a apresentarem um quadro-resumo com as condições das negociações. Esse quadro deve ter informações como preço, taxa de corretagem, forma de pagamento, índice de correção monetária, taxas de juros e as consequências da rescisão do contrato. Com isso, segundo o relator, incorporador e comprador não mais poderão alegar desconhecimento das principais obrigações contratadas.

O relator também acolheu outra sugestão de Tebet para a cobrança da taxa de fruição relativa à ocupação do imóvel. A emenda fixa o índice de 0,5% do valor atualizado do contrato por mês. Atualmente, a Justiça tem reconhecido o direito de retenção do vendedor em 1% do valor do imóvel por mês, mesma percentagem prevista no PLC. A taxa de fruição deve ser paga a uma construtora pelo usufruto de um imóvel que foi ocupado por um comprador inadimplente. No caso do fim do contrato de compra de lotes, a taxa será de 0,75%.

Também foi aprovada uma emenda que limita a dívida total aos valores já pagos pelo consumidor que deu causa à resolução do contrato. A ideia é impedir que o comprador fique com saldo negativo com a incorporadora. Outra emenda aprovada foi uma alteração de redação apresentada durante a votação pelo senador Romero Jucá (MDB-RR) para deixar claro que as multas previstas não se aplicam a financiamentos da Caixa Econômica, como os do programa Minha Casa Minha Vida.

Defesa do consumidor

O projeto, do deputado Celso Russomano (PRB-SP), havia sido rejeitado pela CAE em julho, mas um recurso fez com que voltasse para o Plenário, onde recebeu novas emendas. Com isso, o projeto foi analisado novamente pela comissão, que aprovou o relatório com as mudanças.

Os senadores favoráveis ao texto alegam que o projeto atualiza as regras e dá segurança jurídica às construtoras e aos consumidores na hora da negociação. Por outro lado, vários parlamentares consideram o texto favorável demais às empresas. Um dos pontos mais criticados é a permissão para que as construtoras fiquem com até 50% dos valores pagos pelo consumidor em caso de desistência da compra.

— Muitas construtoras, quando vendem o apartamento na planta e fazem o lançamento, já sabem que o cidadão que começou a pagar, ao chegar o momento de receber e fazer o financiamento na Caixa, não vai ter aprovado o financiamento, porque o cidadão não tem renda para tal. Num mato sem cachorro, o que faz o cidadão? Perde o seu imóvel e ainda é multado em 50%, uma multa absolutamente alta — disse o senador Magno Malta (PR-ES).

A multa de até 50% é prevista no texto quando o empreendimento tiver seu patrimônio separado do da construtora, mecanismo chamado de patrimônio de afetação. O sistema foi criado após a falência da Encol no anos 90. Pois, com o patrimônio afetado, as parcelas pagas pelos compradores não se misturam ao patrimônio da incorporadora ou construtora e não poderão fazer parte da massa falida caso a empresa enfrente dificuldades financeiras. Para os demais casos, ou seja, fora do patrimônio de afetação, a multa prevista para o consumidor é de até 25%.

Senadores como Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), José Pimentel (PT-CE), Reguffe (sem partido-DF) e Rose de Freitas (Pode-ES) disseram considerar o projeto prejudicial ao consumidor e declararam voto favorável às emendas como forma de atenuar esses prejuízos.

Empregos

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), por sua vez, defendeu o texto e alegou que o projeto inibe uma “deformação” da economia brasileira. Ele lembrou que, em 2016, houve mais contratos de distrato do que contratos de compra e venda de imóveis, o que levou à desorganização de um dos segmentos que mais gera empregos no país.

— É verdade que o senador Armando Monteiro incorporou algumas emendas, mas emendas acessórias, que não alteram o escopo e o objetivo desse projeto. Votar ‘sim’ [às emendas] significa submeter de novo este projeto à Câmara dos Deputados, é perder tempo, é não dialogar com a necessária segurança jurídica para que o empreendedor brasileiro possa continuar empreendendo, continuar prosperando, continuar gerando emprego — disse Ferraço.

Com as mudanças, a matéria volta à análise da Câmara.

O que determina o PLC 68/2018

Em caso de inadimplemento do vendedor

— O atraso de até 180 dias para a entrega do imóvel vendido na planta não gerará ônus para a construtora.

— Se o atraso na entrega das chaves for maior que 180 dias, o comprador poderá desfazer o negócio e terá direito a receber tudo o que pagou de volta, além da multa prevista em contrato, em até 60 dias.

— O comprador pode optar por manter o contrato no caso de atraso, com direito a indenização de 1% do valor já pago.

— É vedada a cumulação de multa moratória com a compensatória em favor do comprador.

— O inadimplente é punido com multa compensatória de 25% do valor pago ou, se houver patrimônio de afetação, com multa de até 50%.

Em caso de inadimplemento do comprador

— O comprador perderá integralmente os valores pagos a título de comissão de corretagem.

— O comprador inadimplente terá de arcar com despesas de fruição do imóvel, se já tiver sido entregue.

— Em caso de arrependimento, o comprador terá prazo de 7 dias a partir da assinatura do contrato.

— A rescisão do contrato permitirá que o comprador tenha de volta o valor pago, decrescido dos encargos decorrentes da inadimplência, após 180 dias do distrato ou, se houver patrimônio de afetação, após 30 dias da obtenção do “habite-se” da construção.

Fonte: agência Senado

Quer descobrir como comprar com desconto? Clique aqui.

Os preços vão subir! Vai deixar para depois?

Os preços estão subindo. Vai deixar passar?

Apartamento para vender em São Paulo.

Estamos no auge dos descontos em um mercado no fim da estagnação.

Apartamento para vender em São PauloDiante de uma grande virada nos preços do mercado imobiliário no Brasil, após três anos de grave depressão. Essa retomada dos preços vai acelerar novamente as obras e diminuir muito os estoques. E como consequência, elevar os preços do imóveis que estiverem a venda.

Você pode perceber que mesmo antes da eleição se encerrar, as construtoras estão divulgando novos lançamentos?

Isso porque, a retomada já começou. Isso mesmo! Muitas pessoas já estão até se mudando para os novos imóveis. E muito feliz, porque compraram com oportunidades e descontos incríveis.

Alguns bairros em São Paulo estão se destacando nesse ponto: Vila Mariana, Moema, Chácara Klabin, Brooklin, Saúde, entre outros. São diversas oportunidades que já estão acabando.

No Rio de Janeiro, os estoques ainda estão com maior número de oportunidades, já que a retomada Carioca vai demorar um pouco a chegar. Então, bairros como Barra da Tijuca, Flamengo e Botafogo, estão como diversos imóveis sendo vendidos com descontos incríveis.

Meu nome é Samuel Zaim, Consultor de Investimentos em Imóveis. Tenho ajudado diversas pessoas a realizar o sonho do imóvel novo.

Entre em contato se você não quer perder uma nova oportunidade de comprar seu apartamento.

[contact-form-7 id=”842″ title=”Localização desejada”]

Conheça também:

Bairro da Vila Mariana, clique.

Bairro da Vila Olímpia, clique.

Bairro de Moema, clique.

Como valorizar um imóvel.

Como valorizar um imóvel.

Apartamento para vender em São Paulo.

Apartamento para vender em São PauloÉ importante destacar que todos querem uma boa valorização do seu imóvel. Seja na hora de revender, ou mesmo alugar.

Pensando nisso, separamos 3 pontos importantes para serem avaliados por você.

Bairro
Verifique como é o transporte da região, se tem metrô ou se existe planejamento para inauguração no bairro. Se for muito afastado do centro, provavelmente a valorização será menor.

Quais são as avenidas importantes que passam próximo? Ou seja, facilita o seu deslocamento para o trabalho, lazer, viagens, etc?

O comércio é movimentado? Verifique a quantidade de farmácia, padaria, mercado, escola e shopping próximo.

Área de lazer
Áreas de lazer com muitas opções tendem a agradar famílias com crianças e casais de idosos. Executivos também podem se interessar, dependendo do bairro.

Segurança
Imóveis localizados em regiões com índice de criminalidade reduzidos são mais valorizados. É importante comparar com bairros vizinhos para fazer uma comparação com boa análise de informações.

Esses são alguns pontos que destacamos, mas sempre converse com seu Consultor Imobiliário para que ele possa te oferecer ainda mais informações.

Se você deseja receber mais informações e dicas de apartamentos com desconto, informe seu melhor email.

[contact-form-7 id=”569″ title=”Email”]

Até a próxima,
Samuel Zaim

Imóvel na planta! Vale a pena investir?

Vantagens de comprar imóvel na planta.

Apartamento para vender em São Paulo

Apartamento para vender em São PauloEm primeiro lugar, comprar um imóvel é uma realização pessoal e familiar. Um dos momentos mais emocionantes da vida de uma pessoa, trazendo equilíbrio e segurança.

Comprar na planta pode ser um bom negócio, ainda mais para quem vai comprar o seu primeiro imóvel.

Para isso, selecionamos 5 dicas importantes para você avaliar.

 

Vantagens:

1) Valorização do imóvel: analise o bairro, crescimento da região e quantidade de lançamentos no bairro.

2) Instalações modernas: como tudo está sendo construído do zero, você não precisará se preocupar com manutenção por um bom tempo. A parte elétrica, hidráulica, estrutura e o acabamento são bem recentes.

3) Possibilidade de personalização: Na maiorida das construções, é possível adaptar a unidade aos seus gostos e necessidades, dentro das opções da construtora.

4) Boas condições de pagamento: Você pode negociar diretamente com a construtora, e também dá mais poder para conseguir desconto.

5) Segurança com a documentação: como você será o primeiro morador, a documentação chega “zerada”, sem histórico e com chances mínimas de erros terem acontecido. Além de ter o suporte direto de quem está construindo.

E lembre-se, a análise faz toda a diferença.

Quer aproveitar oportunidades de comprar com desconto?

[contact-form-7 id=”842″ title=”Localização desejada”]